Artigos

Tapumes de construções vão se transformar em carteiras escolares


Parece brincadeira, porem ao deparamos com a precária estrutura da educação brasileira é um fato que motiva muitos discursos, mas poucas ações do governo. Muitas escolas sequer possuem carteiras para seus alunos. Foi neste cenário que o Coletivo Criativo – Cole – um grupo que cria ações de comunicação para impacto social, criou o Tapume Educativo. 

A dinâmica da ideia é simples: transformar tapumes de construções, que são descartados, em carteiras escolares. Mas a dinâmica de execução não é tão simples assim. Para tirar o projeto do papel, o Cole precisou contar com uma designer, um engenheiro, um marceneiro especializado em CNC (corte numérico computadorizado), vários outros profissionais e, claro, muita força de vontade.

Depois de tanto trabalho, a primeira carteira já está pronta. Foi feita com um tapume doado por uma igreja que estava em obras na Zona Leste de São Paulo. Mas ela é só o começo. E vai servir de exemplo para colocar o projeto numa escala maior de produção. 

Para atingir esse objetivo, o Tapume Educativo está no Catarse, um site de financiamento coletivo. Agora as pessoas podem colaborar financeiramente, através de pequenas quantias, e fazer as carteiras chegarem às escolas. Para toda colaboração, há uma recompensa, que vai desde adesivos até entregar as carteiras nas escolas junto com os idealizadores do projeto. Isso sem esquecer da maior recompensa de todas: poder ajudar a construir o futuro de um brasileiro através da educação.

Um dos idealizadores afirma que a ideia surgiu quando alguns deles faziam a ativação artística da marca de uma construtora em um dos seus tapumes e descobriram que após a obra ele seria jogado fora. Na mesma época, uma matéria no jornal com o caso da falta de carteiras em uma escola do interior de São Paulo chamou a atenção. Pensamos: A solução é transformar estes tapumes aqui em carteiras escolares. E assim nasceu o Tapume Educativo.