A placa de vídeo de data center Tesla V100 baseada em Volta quebra a barreira de 120 Teraflops de deep learning.

A NVIDIA anuncia Volta™ –  a arquitetura de computação de placa de vídeo mais poderosa do mundo, criada para impulsionar a próxima onda de avanços em inteligência artificial e computação de alto desempenho.

A empresa informa também a chegada de seu primeiro processador baseado em Volta, a placa de vídeo de data center NVIDIA® Tesla® V100, que traz extraordinária velocidade e escalabilidade para a inferência e treinamento de AI, bem como para acelerar HPC e cargas de trabalho de gráficos.

"A inteligência artificial está impulsionando os maiores avanços tecnológicos da história humana", diz Jensen Huang, fundador e diretor executivo da NVIDIA. "Ela automatizará a inteligência e estimulará uma onda de progresso social inigualável desde a revolução industrial.

"O deep learning, uma abordagem inovadora da AI que cria software de computador que aprende, tem uma demanda insaciável de poder de processamento. Milhares de engenheiros da NVIDIA passaram mais de três anos criando a Volta para ajudar a atender a essa necessidade, permitindo que a indústria perceba o potencial de mudança de vida da AI", explica.

Volta, a arquitetura de placa de vídeo de sétima geração da NVIDIA, é construída com 21 bilhões de transistores e oferece desempenho equivalente a 100 CPUs para deep learning.

Ela oferece uma melhoria de 5 vezes em relação a Pascal®, a arquitetura da geração atual de placas de vídeo da NVIDIA, em teraflops de pico, e de 15 vezes em relação à arquitetura Maxwell®, lançada há 2 anos. Esse desempenho ultrapassa em 4 vezes as melhorias previstas pela lei de Moore.

A demanda pela aceleração da AI ​​nunca foi tão grande. Desenvolvedores, cientistas de dados e pesquisadores cada vez mais dependem de redes neurais para impulsionar seus próximos avanços na luta contra o câncer, tornar o transporte mais seguro com veículos autodirigidos, oferecer novas experiências inteligentes aos clientes e muito mais.

Os data centers precisam fornecer potência de processamento cada vez maior à medida que essas redes se tornam mais complexas, além de eles precisarem de dimensionamento eficiente para suportar a rápida adoção de serviços altamente precisos baseados em AI, como assistentes virtuais de linguagem natural e sistemas personalizados de busca e recomendação.

Volta se tornará o novo padrão da computação de alto desempenho. Ela oferece uma plataforma para sistemas de HPC para se destacar na ciência computacional e na ciência de dados para descobrir percepções. Com a associação de núcleos CUDA® ao novo Volta Tensor Core dentro de uma arquitetura unificada, um único servidor com placas de vídeo Tesla V100 pode substituir centenas de CPUs de commodity para o HPC tradicional.

Tecnologias avançadas:

A placa de vídeo Tesla V100 supera as gerações anteriores de placas de vídeo NVIDIA com tecnologias inovadoras que permitem quebrar a barreira de 100 teraflops de desempenho de deep learning. Ela inclui:

  • Tensor Cores projetada para acelerar as cargas de trabalho de AI. Equipada com 640 Tensor Cores, a V100 oferece 120 teraflops de desempenho de deep leaning, equivalente ao desempenho de 100 CPUs.
  • Nova arquitetura de placa de vídeo com mais de 21 bilhões de transistores. Combina núcleos CUDA e Tensor Cores em uma arquitetura unificada, fornecendo o desempenho de um supercomputador de AI em uma única placa de vídeo.
  • NVLink™ fornece a próxima geração de placas de vídeo de link de interconexão com alta velocidade e placas de vídeo para CPUs, com até 2 vezes o throughput da geração anterior NVLink.
  • 900 GB/s HBM2 DRAM, desenvolvida em colaboração com a Samsung, atinge 50% mais largura de banda de memória do que as placas de vídeo da geração anterior, essencial para suportar a extraordinária produção computacional da Volta.
  • Software otimizado para Volta, incluindo software CUDA, cuDNN e TensorRT ™, cujos frameworks e aplicativos principais podem facilmente ser usados para acelerar a AI e a pesquisa.

Suporte a ecossistemas para Volta

A Volta recebeu amplo apoio no setor, de empresas e organizações líderes no mundo todo:

"A NVIDIA e a AWS trabalham juntas há muito tempo para ajudar os clientes a executar cargas de trabalho de AI com uso intenso de computação na nuvem. Lançamos a primeira instância de nuvem otimizada por placa de vídeo em 2010 e apresentamos no ano passado a instância de placa de vídeo mais poderosa disponível na nuvem. A AWS é o lar de alguns dos mais inovadores e criativos aplicativos atuais de AI, e estamos ansiosos para ajudar os clientes a continuarem a desenvolver aplicativos incríveis com a próxima geração da nossa família de instâncias de placas de vídeo para aplicação geral quando a Volta se tornar disponível no final do ano."

— Matt Garman, vice-presidente de serviços de computação, Amazon Web Services

"Parabenizamos o último lançamento da NVIDIA, a Volta. Do Baidu Cloud à condução inteligente, o Baidu tem reforçado seus esforços no desenvolvimento de uma plataforma aberta de AI. Juntamente com a NVIDIA, acreditamos que vamos acelerar o desenvolvimento e a aplicação da tecnologia global de AI e criar mais oportunidades para toda a sociedade".

— Yaqin Zhang, presitente, Baidu

"A NVIDIA e o Facebook têm sido excelentes parceiros e estamos entusiasmados com as contribuições que a NVIDIA fez para o Caffe2 e PyTorch do Facebook. Estamos ansiosos pelos avanços da AI que serão proporcionados pela arquitetura gráfica da Volta da NVIDIA".

— Mike Schroepfer, chefe de tecnologia, Facebook

"As placas de vídeo da NVIDIA proporcionam significativos aumentos de desempenho para os clientes da plataforma Google Cloud Platform. As placas de vídeo são uma parte importante de nossa infraestrutura, oferecendo ao Google e aos nossos clientes corporativos poder computacional extra para aprendizado de máquinas ou computação de alto desempenho e análise de dados. As melhorias de desempenho da Volta tornarão as placas de vídeo ainda mais poderosas e planejamos oferecer placas de vídeo Volta à GCP".

— Brad Calder, vice-presidente de engenharia da Google Cloud Platform, Google

"A Microsoft e a NVIDIA fizeram uma parceria durante anos com as tecnologias de AI, incluindo o Microsoft Azure série N, o Project Olympus e o Kit de ferramentas cognitivas. A nova arquitetura da Volta abrirá caminho para novas capacidades extraordinárias para os clientes da Microsoft".

— Harry Shum, vice-presidente executivo do grupo de AI e pesquisa da Microsoft, Microsoft

"O Oak Ridge National Laboratory começará a montar nosso sistema de computação de liderança de próxima geração, o Summit, neste verão. O Summit é equipado com placas de vídeo Volta e será o principal supercomputador nos EUA para descoberta científica quando for concluído em 2018. Isso vai manter os EUA na vanguarda da investigação científica e ajudar o Departamento de Energia a enfrentar desafios complexos com a ciência computacional e a descoberta assistida por AI".

— Jeff Nichols, diretor adjunto de laboratório do Computing and Computational Sciences Directorate, Oak Ridge National Laboratory

"Uma grande variedade de nossos produtos, incluindo tecnologia de voz em wechat, tecnologia de foto/vídeo em QQ e Qzone e a plataforma de deep learning baseada em Tencent Cloud já dependem da AI. Acreditamos que a Volta fornecerá poder de computação sem precedentes para nossos desenvolvedores de AI, e estamos ansiosos por abrir essas capacidades da Tencent Cloud para mais clientes em breve".

— Dowson Tong, vice-presidente executivo sênior, Tencent

Sobre a NVIDIA

A invenção da GPU pela  NVIDIA (NASDAQ: NVDA) em 1999 provocou o crescimento do mercado de jogos para PCs, redefiniu a computação gráfica moderna e revolucionou a computação paralela. Mais recentemente, a aprendizagem profunda via GPU abriu caminho para a AI moderna – a próxima era da computação – com a GPU atuando como o cérebro dos computadores, robôs e carros autônomos que percebem e entendem o mundo. Mais informações em http://www.nvidia.com.br/page/home.html.

0
0
0
s2sdefault