Fique atento, além do sobrepeso o sedentarismo também pode prejudicá-los

Por ser bastante vulnerável, além do seu alto uso muitas vezes de maneira inadequada, o joelho é uma das áreas que mais sofrem lesões, e que podem afetar pessoas de qualquer idade.

De acordo com o ortopedista e especialista em joelho do Hospital Nossa Senhora das Graças, Dr. Elias Marcelo Batista da Silva, vários fatores podem desencadear este problema. O excesso de peso é um deles. Quanto mais você pesa, maior a pressão que você está colocando em seu joelho e mais impacto ele terá que absorver, por isso o ideal é sempre manter sempre o seu peso adequado para a sua altura”, destaca o médico. Outro motivo que pode prejudicá-los é sedentarismo. “Pode ocasionar fraqueza muscular, que pode proporcionar movimentos incorretos e diminuir a capacidade de absorção de impacto”, ressalta o ortopedista.

As dores nos joelhos também podem surgir como resultado do desgaste da articulação, ocasionadas por lesões esportivas. “As lesões do ligamento cruzado anterior e dos meniscos são as mais frequentes”, destaca Dr. Elias. Por isso o ortopedista orienta: “Pratique atividade física regular, sem exageros ou excessos, utilizando sempre calçados e vestimenta adequados”, indica.

 

Hábitos

O médico explica que movimentos de hiperflexão, como por exemplo, dobrar por completo o joelho, agachar e sentar sobre ele, usar escadas por períodos longos e repetidamente, assim como a atividade física sem a vestimenta adequada são algumas atitudes que podem prejudicá-los. “Ouvir barulhos como estalos e crepitações, sentir dor, ou aumento de volume no local pode indicar algum problema”, enfatiza o médico.

O ortopedista destaca que movimentos de torção, associados com estalos, aumento de volume e dor são sintomas que ocorrem nas lesões ligamentares do joelho. Dor após e ou durante atividade física, com limitação de movimento e bloqueio pode indicar lesão meniscal. Dor ao subir e ou descer escadas, ao ficar períodos longos sentados -como assistindo um filme no cinema, pode indicar lesões condrais no joelho, quesão estruturas no joelho responsáveis de proteger os ossos e minimizar o atrito nos movimentos articulares. Nos incômodos e nas dores frequentes deve-se sempre procurar a assistência médica de um ortopedista para uma avaliação e se necessário o tratamento ocorra o mais rápido possível.

 

Para aliviar a dor

 

A compressa de gelo pode ser empregada no alívio das dores do joelho. “Deve-se fazer vinte minutos e esperar em média duas horas para retornar a temperatura natural do joelho para assim fazer uma nova compressa”, diz o ortopedista.



Diagnóstico e Tratamento

 

A avaliação clinica através de um correta anamnésia - história do paciente que queixa-se de dor ou incômodo, e execução do exame físico adequado é responsável pela elaboração da maioria das hipóteses diagnósticas das lesões ao nível do joelho, que são confirmadas com exames complementares.

O raio x será o exame solicitado na maioria das hipóteses de fratura e ou degeneração articular como artrose. A ecografia ou ultrassonografia na hipótese de tendinites, bursites, lesões tendinosas e ou musculares. A ressonância nuclear magnética é o exame de escolha nas hipóteses de lesão ligamentar, meniscal e condrais (cartilaginosa).

Fonte - Assessoria 

0
0
0
s2sdefault